segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Rede Sirius assina a coleção ProQuest One Academic e oferece treinamento para a comunidade UERJ

A Rede Sirius assinou por um ano o ProQuest One Academic, da Plataforma ProQuest. São quatro produtos multidisciplinares que consistem em uma enorme coleção de periódicos, e-books, dissertações, notícias, vídeos e fontes primárias do mundo, tudo em um só lugar. Todos são pesquisáveis na plataforma ProQuest, já conhecisa por ser bastante amigável, responsiva e bem adaptada a dispositivos móveis.

O acesso pode ser realizado através do link:
https://search.proquest.com/pq1academic?accountid=195669

Veja a seguir o detalhamento dos recursos:

- ProQuest Dissertations & Theses Global (PQDT)
A maior coleção digital de trabalhos de pós-graduação, com 4 milhões de dissertações e teses (2 milhões em texto completo) de mais de 3.000 universidades de todo o mundo. Designado como um repositório externo oficial para a Biblioteca do Congresso dos EUA, esta base de dados oferece cobertura histórica e atual abrangente.

- ProQuest Central
Reúne as bases de dados mais utilizadas do mundo para criar uma coleção completa de pesquisa multidisciplinar. Disponibiliza conteúdo em diversas áreas, como negócios, saúde, medicina e enfermagem, ciências sociais, artes e humanidades, educação, ciência, engenharia e religião.

- Academic Complete
Uma massa crítica acessível de mais de 150.000 ebooks multidisciplinares com acesso ilimitado e multiusuário, poderosas ferramentas de pesquisa e downloads de capítulos sem DRM.

- Academic Video Online
Abrangente assinatura de streaming de vídeo disponível para as bibliotecas. Com curadoria para a experiência educacional, o Academic Video Online contém mais de 66.000 títulos, em ampla variedade de áreas, incluindo antropologia, negócios, aconselhamento, cinema, saúde, história e música, sendo mais de 14.000 títulos de exclusividade da ProQuest.


Treinamento no ProQuest One Academic

A ProQuest, em parceria com a Rede Sirius, irá oferecer no  próximo dia 20 de agosto um treinamento deste novo produto, em dois horários – manhã e tarde. Será um evento destinado a toda a comunidade acadêmica que tiver interesse em conhecer as funcionalidades desta coleção.

  • DATA: 20 de agosto (3a feira)
  • HORÁRIOS: 10:30h as 12:00h / 14:00h as 15:30h
  • LOCAL: Auditório da Rede Sirius - 1º andar 


Enviado por Mauro Corrêa Filho

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Rede Sirius realiza I Seminário do Serviço de Circulação para debater produtos e serviços

No último dia 18 de julho foi realizado, no Auditório Wanda Coelho e Silva, o I Seminário do Serviço de Circulação da Rede Sirius, com a participação dos servidores da Rede. A iniciativa buscou reunir as equipes para debater o aperfeiçoamento dos serviços e produtos oferecidos e alinhamento de rotinas.

A diretora da Rede Sirius, Rosangela Salles, salientou que “o trabalho em rede pressupõe a construção diária de um diálogo coletivo” e agradeceu a presença de 67 servidores e servidoras da Rede.

Os desdobramentos e temas não contemplados no evento serão discutidos em reuniões futuras, com pautas específicas, a partir de agosto.

Veja a seguir algumas fotos do Seminário.







Enviado por Mauro Corrêa Filho

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Revista DADOS, editada pelo IESP-UERJ, disponibiliza toda a coleção em formato digital

A revista DADOS do IESP-UERJ lançou em abril deste ano seu novo site (http://dados.iesp.uerj.br), onde será albergada toda sua coleção, incluindo os artigos publicados entre 1966 e 1996, até então indisponíveis em formato digital. Muitos desses textos tiveram e continuam tendo impacto acadêmico e político até os dias atuais, daí sua relevância. O site também publicará conteúdos complementares aos artigos acadêmicos do periódico, como press releases, entrevistas, ensaios e outros debates.

Dados – Revista de Ciências Sociais é uma das principais e mais longevas revistas nas Ciências Sociais no Brasil. Publicada desde 1966, divulga trabalhos inéditos e inovadores, oriundos de pesquisa acadêmica, de autores brasileiros e estrangeiros. Editada pelo IESP-UERJ, tem o objetivo de conciliar o rigor científico e a excelência acadêmica com ênfase no debate público a partir da análise de questões substantivas da sociedade e da política.

Clique aqui para acessar o site da revista.

Enviado por Mauro Corrêa Filho

terça-feira, 9 de julho de 2019

Com parceria da Rede Sirius, estudantes da UERJ se mobilizam em projeto para o compartilhamento de livros na Universidade

Em junho deste ano, iniciou-se a parceria UERJ/Rede Sirius com o “Projeto Literalmente Livre”, de autoria dos alunos da Universidade Breno de Brito Fontel (graduando em oceanografia) e Beatriz Werneck Franco (graduanda em matemática). Com o mote de compartilhar livros, representado pela proposta “Pegue, doe ou troque, não existe prazo para devolução, nem cobrança, vamos fazer juntos a circulação dos saberes”, foi instalada uma "geladeiroteca", inicialmente no espaço de acesso ao Restaurante Universitário. Posteriormente, a geladeira circulará por outros espaços da UERJ.
Todos podem participar deste projeto!



Mais detalhes sobre o projeto Literalmente Livre: www.facebook.com/literalmentelivre/

Enviado por Mauro Corrêa Filho

quinta-feira, 4 de julho de 2019

e-Museu Nacional do Esporte é lançado com objetivo de resgatar a memória do esporte brasileiro

Já está no ar o site do Museu Nacional do Esporte (e-Museu), uma plataforma colaborativa criada para resgatar a memória esportiva nacional, reunindo acervos do esporte e de atletas brasileiros de todos os tempos. O projeto foi lançado oficialmente em maio, em um evento no auditório da Reitoria com a participação de diversas autoridades. Nesta primeira etapa do projeto, a Rede Sirius contribuiu com a digitalização de mais de 700 imagens do basquetebol brasileiro, o primeiro acervo a ser disponibilizado no site.



O projeto do e-Museu, que contou com a participação do Arquivo Nacional e das empresas Ydreams e Gama, surgiu a partir de uma tese de doutorado e foi desenvolvido em parceria com a Pós-graduação em Educação Física da UERJ e a Diretoria de Inovação (InovUERJ).

O projeto e-Museu teve o envolvimento de uma equipe multi e interdisciplinar em áreas como tecnologia, educação física e comunicação. Os planos agora são profissionalizar a plataforma e buscar novas parcerias com as federações e confederações de esporte no Brasil e, futuramente, disponibilizar o conteúdo em inglês e espanhol.

Clique aqui para conhecer o Museu Nacional do Esporte.

Enviado por Mauro Corrêa Filho

sábado, 8 de junho de 2019

UERJ participa de festival que celebra a cultura no Rio



Nos dias 12 a 16 de junho será realizado o III Festival Interuniversitário de Cultura do Rio de Janeiro. O evento, que tem como objetivo celebrar a cultura,  reúne 12 instituições de ensino superior apresentando teatro, dança, música, mostras de arte, filmes, saraus e brincadeiras.
 A Universidade do Estado do Rio de Janeiro participa do festival com diversas atividades, em segmentos distintos. A programação começa no dia 12, com a exposição “Arte recicla”, no Museu de Arte Moderna em Resende, às 15h. No dia seguinte, no campus Maracanã, estão previstas palestras, oficinas, peça teatral, mostras de vídeo e artes visuais, além de um show com os Corais da Uerj.
No fim de semana, as  ações estão concentradas no Museu da República, no Catete. São performances com teatro de bonecos e pernas de pau, roda de conversa, exposição de cerâmica, bem como o espetáculo  "O Alienista". Também estão previstas apresentações de grupos musicais e dos coros Unati, Altivoz e CAp-Uerj. 
A intenção do III FestFIC é demonstrar a produção artístico-cultural das universidades públicas fluminenses, criando novas interações e conexões com os mais diferentes públicos, reafirmando a importância da cultura para a construção do conhecimento. Todas as atividades são gratuitas.

Programação

Dia 12 de junho – Campus Resende
15h - Arte recicla
Supervisão de Ricardo Gomes Lima (IART-Uerj). Curadoria de Ricardo Gomes Lima e Elaine Ferreira Tôrres (FAT-Uerj).  Inauguração da mostra que reúne obras de Chiquinho da Sucata, Getúlio Damado, Marilda Caiares, Lena Abayomi e Sidiney Rocha com objetos reaproveitados.
Museu de Arte Moderna de Resende

Dia 13 de junho – Campus Maracanã
13h  - Palestra - Desmistificando o sincretismo religioso na umbanda
Com  Delmar Rodrigues. Coordenação de Telma Gama (PROEPER-CCS-Uerj).
Centro Cultural da Uerj - Auditório Cartola

13h - Palestra -  O trauma do tronco – a formação de um Estado sem povo no Brasil
Com Wallace Lopes Silva (IPPUR- UFRJ). Coordenação de Diogo Santos (EDU-Uerj).
Centro Cultural da Uerj – Sala 15

14h - Oficina de Tetra Pak
Supervisão de Cynthia Cavalcante, coordenadora do Centro Multimídia do Ecomuseu Ilha Grande.
Centro Cultural da Uerj – Sala 14

15h - Apresentação teatral - Maria - um nome quase branco
Com Anderson Francisco, Bárbara Martins, Dayane Candido, Hugo Bernardo, Layra Guimarães e Emmanuel Cecchetto. Coordenação de Diogo Santos (EDU-Uerj).
Centro Cultural da Uerj – Sala 13


15h30 - Apresentação de vídeo - Espaços relacionais
Com Monique das Neves Silva, aluna do IART-Uerj. Coordenação de Isabela Frade (IART-Uerj).
Centro Cultural da Uerj – Salão 2

16h30 – Oficina – O corpo físico, o corpo sensível e a voz cantada
Com o Grupo Sons da Folia. Coordenação de Mário Assef (CAp-Uerj).
Centro Cultural da Uerj – Sala 11

18h - Apresentação musical - Corais da Uerj
Coordenação de Mário Assef (CAp-Uerj).
Hall dos Elevadores

Dia 15 de junho – Museu da República
10h- Exposição – Acoplamentos: de um, todos - Jardins
Coordenação e curadoria Isabela Frade, professora do (IART- Uerj). Com o Coletivo Feminino de Arte O Círculo. 

11h - Roda de conversa – Conversa com Artista - Auditório
Com Alberto Pereira, Elvis Almeida, Hugo Bernabé e Lolly.  Mediação de Leonardo Perdigão e coordenação de Diogo Santos (EDU-Uerj).

15h -  Apresentação de Tai Jiquan - Jardins
Coordenação de Roberto Melo, professor das Oficinas de Criação Artística da Uerj. Com Ronaldo Meirelles.

15h30 – Apresentação musical – Music FIC – Salão Nobre
Show  do Duo Musaion. Coordenação de Diogo Santos (EDU-Uerj). Curadoria de Diogo Santos e Elaine Guedes.

16h - Apresentação musical -  Music FIC – Salão Nobre
Shows de Victor Hugo Rosa. Coordenação de Diogo Santos (EDU-Uerj). Curadoria de Diogo Santos e Elaine Guedes.

Dia 16 de junho – Museu da República
10h30- Apresentação de Teatro de Bonecos – Performances e Cenas Curtas - Jardins
Coordenação de Cleise Campos, atriz-bonequeira e doutoranda em PPGEDU-FFP-Uerj.

11h - Apresentação musical - Corais da Uerj - Palco
Coordenação de Mário Assef (CAp-Uerj).

15h - Apresentação teatral -  O Alienista - Auditório
Coordenação de Felipe Moraes e Eloisa Porto (DLetras-FFP-Uerj). Com a Companhia de Teatro e Cinema Uerj/FFP e o Albatroz Cia de Teatro.

15h30 – Apresentação dos Brincantes Gigantes – Jardins
Coordenação de Marcela Gaio (CAp-Uerj).




16h - Apresentação musical -  Music FIC – Salão Nobre
Shows de Leonardo Borges. Coordenação de Diogo Santos (EDU-Uerj). Curadoria de Diogo Santos e Elaine Guedes.

16h –Oficina – O corpo físico, o corpo sensível e a voz cantada - Auditório
Com o grupo Sons da Folia. Coordenação de Mário Assef, professor do CAp-Uerj.

Exposições
Campus Maracanã – segunda à sexta das 10h às 19h
mulher desfruta
Supervisão de Analu Cunha (IART-Uerj), coordenadora de Exposições do Decult. Curadoria de Natalia Quinderé. Mostra com obras de Darks Miranda, com referências ao imaginário brasileiro, feminino, drag, fetichista e frutífero.
Galeria Candido Portinari – Pavilhão João Lyra Filho

Estrada-parque Paraty- Cunha
Supervisão de Analu Cunha (IART-Uerj), coordenadora de Exposições do Decult. Mostra sobre o processo de construção da rodovia RJ-165, com base no livro Estrada-Parque; uma construção sustentável, de Elza Neffa (EDU-Uerj).
Galeria Gustavo Schnoor – Centro Cultural da Uerj

Corpo de barro
Coordenação e curadoria de Rafa Éis, orientador das Oficinas de Criação Artística da Uerj. Mostra com trabalhos em cerâmica dos artistas Fátima do Rosário e Jabier, sobre o corpo da mulher negra e dos povos indígenas do Brasil, respectivamente.
Galeria da Passagem – Centro Cultural da Uerj

Campus Ilha Grande – terça a domingo das 10h às 16h
Certos Modos de Ser Caiçara
Supervisão de Luiz Felipe Skinner (DCien-FFP-Uerj), coordenador do Museu do Meio Ambiente. Curadoria  de Ricardo Gomes Lima (IART-Uerj). A mostra revela saberes, fazeres, crenças e valores das comunidades do sul fluminense.
Museu do Meio Ambiente –  Vila Dois Rios

Ecomuseu Recicla
Supervisão de  Vivianne Valença, coordenadora do Museu do Cárcere. Curadoria de Ricardo Gomes Lima (IART-Uerj). Mostra dos trabalhos realizados pelos artesãos de Vila Dois Rios com material reciclado.
Museu do Cárcere – Vila Dois Rios 

Comida e Cárcere
Supervisão de Gelsom Rozentino (PPGHS-FFP-Uerj), coordenador geral do Ecomuseu Ilha Grande e Vivianne Valença, coordenadora do Museu do Cárcere. Curadoria da equipe do Ecomig. A mostra reproduz a rotina alimentar do antigo Instituto Penal Candido Mendes.
Museu do Cárcere – Vila Dois Rios

Sistema Penitenciário do Rio de Janeiro: ontem e hoje
Supervisão e curadoria de Gelsom Rozentino (PPGHS-FFP-Uerj), coordenador geral do Ecomuseu Ilha Grande e Vivianne Valença, coordenadora do Museu do Cárcere.  Mostra sobre o cotidiano das prisões estaduais.
Museu do Cárcere – Vila Dois Rios

100 anos de presídio
Supervisão de Gelsom Rozentino (PPGHS-FFP-Uerj), coordenador geral do Ecomuseu Ilha Grande e Vivianne Valença, coordenadora do Museu do Cárcere. Curadoria de Myrian Sepúlveda (ICS-Uerj). A mostra conta a história das instituições carcerárias da Ilha Grande.
Museu do Cárcere –  Vila Dois Rios

Campus Resende – segunda à sexta das 10h às 18h, sábados das 14h às 18h
Arte recicla
Supervisão de Ricardo Gomes Lima (IART-Uerj). Curadoria de Ricardo Gomes Lima e Elaine Ferreira Tôrres (FAT-Uerj).  Exposição coletiva com objetos produzidos com material reaproveitado, promovendo reflexões sobre preservação do  meio ambiente, sustentabilidade,  feminino e  identidade.
Museu de Arte Moderna de Resende
Veja mais em  https://is.gd/V8LL5N  e  https://ficrj.wordpress.com/

________________________________________

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Rua São Francisco Xavier, 529. Maracanã.

Museu da República
R. do Catete, 153 – Catete

Museu de Arte Moderna de Resende
R. Dr. Cunha Ferreira, 101 - Centro, Resende

Sub-reitoria de Extensão e Cultura - SR-3
Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
(21) 2334-2144
(21) 2334-0101
(21) 98752-1028

Enviado por Marcos Vasconcelos.

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Repensando os fatores de impacto: melhores maneiras de julgar um periódico

*Ilustração de David Parkins
Artigo da revista Nature destaca a importância de repensar as métricas de avaliação das revistas científicas. Esta matéria é uma tradução livre do artigo intitulado Rethinking impact factors: better ways to judge a journal que acaba de ser publicado [1]. Os signatários do artigo incluem Paul Wouters, Cassidy R. Sugimoto, Vincent Larivière, Marie E. McVeigh, Bernd Pulverer, Sarah de Rijcke & Ludo Waltman.
Precisamos de um conjunto de métricas mais amplo e transparente para melhorar a publicação científica, dizem Paul Wouters, colegas e co-signatários.

Esforços globais estão em andamento para criar um papel construtivo para as métricas dos periódicos na publicação acadêmica e para deslocar o domínio dos fatores de impacto na avaliação da pesquisa. Para este fim, um grupo de especialistas em bibliometria e avaliação, cientistas, editores, sociedades científicas e provedores de análise de pesquisa estão trabalhando para elaborar um conjunto mais amplo de indicadores de periódicos e outras maneiras de avaliar as qualidades de um periódico. É uma tarefa desafiadora: nossos interesses variam e muitas vezes entram em conflito, e a mudança requer um esforço conjunto entre editoras, acadêmicos, agências financiadoras, formuladores de políticas e provedores de dados bibliométricos.

Aqui chamamos para os elementos essenciais desta mudança: expansão de indicadores para cobrir todas as funções de revistas acadêmicas, um conjunto de princípios para governar seu uso e a criação de um corpo diretivo para manter esses padrões e sua relevância.

Nossa proposta vem de um workshop de 2017 realizado em Leiden, na Holanda. Foi co-organizado pelo Centro de Estudos de Ciência e Tecnologia da Universidade de Leiden (onde trabalham PW, SdR e LW), Clarivate Analytics (a empresa que produz o Journal Citation Reports anual) e pela organização europeia de ciências da vida, EMBO . Mais de duas dezenas de profissionais de todo o ecossistema acadêmico participaram (ver também go.nature.com/2wfeyjc).

Delineamos as principais funções dos periódicos, que permanecem praticamente inalteradas desde a sua criação há mais de 350 anos. As funções são registrar reivindicações para o trabalho original, curar o registro de pesquisa (incluindo a emissão de correções e retratações), organizar a revisão crítica, divulgar e arquivar bolsas de financiamento (ver “Para que serve um periódico”)

Para que serve um periódico?
Registro. Por meio da publicação, os periódicos associam as reivindicações intelectuais em um trabalho com uma data e autoria, que podem ser usadas para estabelecer a prioridade.

Curadoria. Por meio de revisão editorial e outros, o trabalho é selecionado e colocado em uma coleção; Esta coleção sinaliza associações e delineia o escopo teórico e metodológico de um domínio acadêmico.

Avaliação. Por meio da revisão por pares, os trabalhos são avaliados de acordo com vários critérios (como qualidade e novidade), e os autores recebem feedback de seus pares. Através da publicação, a revista certifica que o trabalho foi avaliado; o periódico continua a realizar funções avaliativas emitindo correções e retratações.

Disseminação.
Ao tornar o trabalho público, uma revista distribui formalmente para uma comunidade especializada; Com acesso aberto e outras ferramentas de comunicação, o periódico disponibiliza o trabalho para comunidades mais amplas.

Arquivamento. Ao associar o trabalho a metadados adequados e disponibilizá-lo on-line e a índices e agregadores, o periódico contribui para o registro acadêmico permanente e facilita a descoberta.

[1] WOUTERS, Paul et al. Rethinking impact factors: better ways to judge a journal. Nature, 28 May 2019. Disponível em: https://www.nature.com/articles/d41586-019-01643-3 Acesso em: 28 maio 2019.

Enviado por Leila Andrade.