terça-feira, 24 de abril de 2018

Livro de genética propõe multidisciplinaridade no ensino da matéria.

O livro “Genética das Ervilhas ao Genoma Humano: Contribuições para uma Revisão Histórica e Abordagens Pedagógicas” vem com a proposta de tornar a genética menos abstrata e mais interativa, favorecendo o protagonismo do aluno na construção do conhecimento científico. Voltado para o público licenciado em ciências biológicas e áreas afins, o livro apresenta uma coletânea de propostas pedagógicas utilizando materiais didáticos de viés lúdico, como ferramenta para os professores apresentarem assuntos que envolvem genética e biologia molecular. A interdisciplinaridade também faz parte do repertório de atividades propostas oferecendo ideias e possibilidades de trabalhar em conjunto com outras disciplinas, como a obra Cem anos de Solidão que neste contexto é um fio condutor para integrar literatura, matemática e biologia. Além das sugestões de práticas pedagógicas, este livro pode trazer inspiração para uma educação atuante na formação de cidadãos mais críticos e protagonistas na construção do seu próprio conhecimento.

Link do ebook: https://www.sbg.org.br/sites/default/files/genetica_ervilhas.pdf

Editora: Sociedade Brasileira de Genética (Abril 2018)

Andréa Carla de Souza Góes
Prof. Adjunto / Procientista UERJ / Pesquisador CNPq PQ2
Ph.D. em Ciências
LeBMol -Laboratório de Ensino de Biologia Molecular
Departamento de Ensino de Ciências e Biologia/DECB
Instituto de Biologia
Universidade do Estado do Rio de Janeiro/UERJ
Rio de Janeiro, Brasil
tel.: 55(21)2334-0644

Enviado por Marcos Vasconcelos.

Viagens de educadores famosos é tema de exposição na Rede Sirius.

Será aberta amanhã, dia 25, às 10h, a exposição De Malas Prontas,promovida pela faculdade de Educação da UERJ. A exposição apresenta objetos, textos e histórias de grandes educadores, como Jean Piaget, Maria Montessori e Heloísa Marinho em suas viagens pelo mundo, mostrando como essas travessias contribuíram para a formação das grandes teorias e práticas pedagógicas ao longo do tempo.

A mostra ficará em exposição na sala 2002, bloco C, no Pav. Reitor João Lyra Filho, (Núcleo MID) de 25 de abril a 18 de maio, das 9 às 19h.


Enviado por Marcos Vasconcelos.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

18 de abril – Dia Nacional do Livro Infantil

Você sabia que no dia 18 de abril é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil? A data não foi escolhida ao acaso: trata-se de uma justa homenagem a Monteiro Lobato, escritor que, como poucos, dedicou-se à literatura infantil no Brasil.

O Dia Nacional do Livro Infantil foi instituído em 2002, ano em que foi criada a Lei 10.402/02, registrando a data de nascimento de Monteiro Lobato como o dia oficial da literatura infantojuvenil. Escritor vinculado ao Pré-Modernismo brasileiro que contribuiu com obras célebres para o público adulto, Lobato deixou também um enorme legado para a literatura infantojuvenil, já que mais da metade de seus livros era dedicada a esse público. Sua primeira história infantil, A menina do narizinho arrebitado, foi publicada em 1920, e o sucesso do livro fez com que outros tantos surgissem, imortalizando as personagens Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Nastácia, Emília, o Visconde de Sabugosa, entre outros, que posteriormente seriam eternizados no famoso programa de TV produzido no final dos anos 1970 até meados dos anos de 1980 e retomado no final dos anos de 1990 até meados dos anos 2000.



Monteiro Lobato foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil a perceber a necessidade de inserir nas histórias para as crianças e os jovens elementos da cultura nacional, como os costumes do povo do interior e as lendas de nosso folclore. Fez isso de maneira única, combinando a identidade brasileira aos elementos da literatura universal, como a mitologia grega. Foi também o precursor da literatura paradidática, cuja principal característica é permitir que a criança aprenda enquanto brinca e lê.

Nascido em Taubaté, estado de São Paulo, no dia 18 de abril de 1882, Monteiro Lobato transformou-se em “gás inteligente” — definição bem-humorada que costumava dar à morte — no dia 04 de julho de 1948. Durante seus 66 anos de vida contribuiu intensamente para a literatura brasileira, transformando-se em referência no assunto. Para celebrar o dia da literatura infantojuvenil, escolha um dos vários títulos de Lobato e boa leitura!

por Luana Castro
(PEREZ, Luana Castro Alves. "18 de abril — Dia Nacional do Livro Infantil"; Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 18 de abril de 2018.)

Enviado por Mauro Corrêa Filho

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Últimos dias da exposição de fotos sobre Orixás

Encerrar-se-á neste próximo dia 12 de abril a exposição "Orisás: Quando o mito veste o corpo", na sala de exposições do Núcleo MID. A mostra apresenta impactantes fotografias de modelos e atores caracterizados como orixás. Não deixe de conferir.















Enviado por Marcos Vasconcelos.

terça-feira, 3 de abril de 2018

Edição de março do Boletim Eletrônico do Portal de Periódicos da CAPES destaca conteúdos de biblioteconomia





Em homenagem ao Dia do Bibliotecário, comemorado em 12 de março, esta edição do Boletim Eletrônico do Portal de Periódicos destaca conteúdos voltados aos profissionais que dedicam sua carreira à Biblioteconomia.

Dados do movimento Todos pela Educação retratam que existem aproximadamente 21 mil profissionais da área habilitados e o Brasil tem mais de sete mil bibliotecas cadastradas no Sistema Nacional de Bibliotecas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a proporção de cidades com bibliotecas subiu de 76,3% para 97,1% entre 1999 e 2014. Dos 5.570 municípios, apenas 112 ainda não possuem espaço público de leitura. Dessa forma, a tendência é que a formação aumente proporcionalmente nos próximos anos.

Em complemento às estatísticas de crescimento, o documento Biblioteca do Século XXI: desafios e perspectivas, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (IPEA), descreve os ajustes necessários diante das evoluções propostas pelo novo milênio: “as transformações sociais, culturais, científicas e tecnológicas têm impactado diretamente as estratégias de ação, a mediação da informação, os objetivos dos serviços prestados e as finalidades dos produtos elaborados aos diferentes públicos”.

Entre os desafios contemporâneos com os quais bibliotecários brasileiros se deparam, estão as novas formas de ensino-aprendizagem: cursos a distância, salas de aula virtuais, materiais didáticos e científicos em repositórios institucionais; interação com as tecnologias de informação e comunicação móveis; desenvolvimento da competência em informação no público usuário para que saibam manejar a informação no ambiente eletrônico e digital; acesso aberto e gratuito à informação; entre outros.

Os entraves exigem uma nova maneira de atuar e um novo papel a cumprir perante os usuários. Para compor o cenário de formação e capacitação de usuários ligados ao campo de atuação, o Portal de Periódicos da CAPES comporta conteúdos dedicados à Ciência da Informação – área do conhecimento onde a Biblioteconomia se insere. Conheça alguns deles:

Emerald
A plataforma compreende coleções e backfiles que abrangem as áreas de Ciência da Informação e Biblioteconomia, além de contemplar também Economia, Finanças, Educação, Marketing, Logística e Administração. São mais de 260 periódicos disponíveis.

Information Science and Technology Abstracts (ISTA)
A plataforma de referenciais com resumos indexa artigos de mais de 450 publicações relacionadas à Ciência da Informação, além de livros, relatórios de pesquisa, anais de conferências e patentes com cobertura abrangente e contínua dos periódicos mais importantes da área.

Library and Information Science Abstracts (LISA)
Base de dados de referências e resumos destinada a profissionais de bibliotecas e demais especialistas de áreas correlatas. A cobertura inclui temas como gerenciamento e tecnologia da informação, internet, bibliotecas e arquivos, uso e usuários e recuperação de informações.

Library, Information Science and Technology Abstracts (LISTA)
A base é composta por quase 500 periódicos especializados em Ciência da Informação, Biblioteconomia e Tecnologia, sendo que mais de 280 são em texto completo. Também oferece acesso a livros, publicações de conferências e relatórios.

Outros conteúdos
Profissionais, pesquisadores e estudantes também podem, eventualmente, localizar conteúdo na plataforma da editora Senac e em bases de dados interdisciplinares, como Academic Search Premier, Academic OneFile, Wiley Online Library, SpringerLink, ScienceDirect, Project Muse, Sage, Highwire, World Scientific, Cambridge e Oxford.

Outra opção é buscar bases de dados de áreas correlacionadas, como a ACM Digital Library e a Computers and Applied Sciences Complete, que englobam materiais de Ciência da Computação, ou a Now Publishers, voltada para Administração, Computação e Engenharia.

Também estão disponíveis conteúdos de acesso aberto, como DOAJ, ROAD e SciElo.

Reprodução de texto publicado no Boletim Eletrônico do Portal de Periódicos da CAPES

Clique aqui para acessar o Boletim Eletrônico do Portal de Periódicos da CAPES

Enviado por Mauro Corrêa Filho

sexta-feira, 23 de março de 2018

Reabre a Biblioteca Pública de Santa Teresa

 
A Biblioteca José de Alencar foi originada no ano de 1971. Está instalada no interior do Centro Cultural Laurinda Santos Lobo, e vincula-se à Gerência de Bibliotecas da Subsecretaria de Identidade Cultural, da Secretaria Municipal de Cultura, fazendo parte da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

*O patrono, José de Alencar, é considerado um dos mais importantes nomes da literatura brasileira. Autor de clássicos como:
1) O Guarani;
2) Iracema;
3) As Minas de Prata;
4) Lucíola e
5) Senhora.

*O espaço informacional oferece um acervo de obras de conteúdo variado, desde infantis até fontes para pesquisas científicas (essa coleção está disponível para empréstimo), e materiais de referência.

*Atendimento e auxílio à pesquisa no acervo.
Recuperação da informação através do catálogo impresso por (autor, título e assunto).

*Empréstimos dos ítens do acervo (mediante a cadastro com foto 3x4, comprovante de residência, CPF e RG).

*Funcionamento: 3ª a 6ª feira das 10h às 17h.

Enviado por Marcos Vasconcelos.

quinta-feira, 15 de março de 2018

Evento na Rede Sirius celebra o Dia do Bibliotecário

No último dia 12 de março, data em que é comemorado o “Dia do Bibliotecário”, a Rede Sirius organizou um evento para reunir os profissionais que compõem a Rede de Bibliotecas UERJ. A programação que incluiu uma palestra motivacional organizada pela equipe do DESEN/SRH, o lançamento do produto “Sistema para geração automatizada de Ficha Catalográfica”, e ainda uma homenagem às bibliotecárias recém-aposentadas da Rede.

Na abertura, a Diretora da Rede Sirius, Rosangela Salles, ressaltou a importância do trabalho dos bibliotecários no contexto acadêmico de uma Universidade, e relembrou os aspectos históricos que levaram à construção da Rede de Bibliotecas da UERJ.

Ao final do evento, na homenagem às bibliotecárias que se aposentaram recentemente, Rosangela falou da contribuição que essas profissionais deixaram para a Rede, destacando o legado de muitos anos dedicados à UERJ. Neste momento, foi entregue a cada uma das homenageadas um livro celebrando sua trajetória.

A seguir, apresentamos algumas fotos do evento.


Priscila Monzato, coordenadora de Capacitação do DESEN/SRH

Rosangela Salles entrega o livro-homenagem
à bibliotecária aposentada Denise Ismério d'Ávila

Rosangela Salles entrega o livro-homenagem
à bibliotecária aposentada Lucia Rodrigues Coelho Lemos

Rosangela Salles entrega o livro-homenagem
à bibliotecária aposentada Norma Peclat
  
Rosangela Salles entrega o livro-homenagem
à bibliotecária aposentada Sandra Pimenta

Rosangela Salles entrega o livro homenagem
à bibliotecária aposentada Laurinda Ferreira

Leila Andrade e Fábio Moraes, na apresentação do
Sistema para geração automatizada de Ficha Catalográfica

A equipe que desenvolveu o "Sistema para geração automatizada
de Ficha Catalográfica": Lucia Coelho Lemos, Leila Andrade,
Luciana de Avellar, Regina Andrade e Fábio Moraes

Rosangela Salles com a equipe do DESEN/SRH: Creuza Moura (à esq.),
Priscila Monzato e Monique Rangel (à direita)



Enviado por Mauro Corrêa Filho